Os especialistas utilizam o termo nevo, que acabamos por traduzir para pinta ou sinal e todos temos alguns. Uns mais que outros, é verdade. Mas, o problema não está no comum dos sinais de pele, o problema está nos nevos atípicos e o seu número é proporcional ao número de queimaduras solares que acumulamos ao longo da vida.

Os alertas devem ser acionados quando surge um novo sinal (ou nevo), mas com um aspeto diferente e uma evolução rápida ou quando um sinal existente se modifica.

O método ABCDE deve ser aplicado para mais facilmente fazer um auto exame da pele e passa por avaliar o sinal em termos de Assimetria, Bordo, Cor, Dimensão e Evolução. Ou seja, o ABCDE demonstra que os sinais normais devem ser simétricos, o bordo deve ser regular, de cor única e com uma dimensão inferior a cinco milímetros. Por outro lado, os sinais malignos são assimétricos, de bordo irregular, com alteração de cor, e uma dimensão superior a 5 mm (ver imagem no fim do texto).

Há ainda as pintas vermelhas (também conhecidos por sinais vermelhos) e as pintas seborreicas, ásperas e que por vezes se descamam, mas que habitualmente não têm risco oncológico (cancro de pele), devendo contudo, ser avaliadas por um dermatologista.

Devemos ter presente que as pintas aparecem e, à medida que crescemos, o número de sinais também aumenta. É normal na altura da puberdade e na faixa etária dos adultos jovens haver um aumento mais considerável do número de nevos melanocíticos; sendo normal um indivíduo apresentar entre 20 a 40 lesões melanocíticas (sinais). Mas só a avaliação pelo dermatologista observando as lesões, pode garantir a benignidade.

A observação dermatológica pode ser só clínica (“ ver”), ou com dermatoscópio de mão – Dermalite – um método que representa uma ajuda no diagnóstico. Em casos de grande densidade névica ou de dúvidas é ainda possível recorrer à dermatoscopia digitalizada de epiluminescência – Mole Max – que permite foto.

No Centro Cirúrgico de Coimbra a observação dermatológica está a cargo de Evelina Ruas, médica dermatologista.

Se identifica na sua pele algum sinal que com características fora do normal marque consulta através do nosso site consultas@ccci.pt ou através do nº 239 802 700.

 

Leave a reply