Foi a aplicação do nosso plano de contingência, face à situação de epidemia por Coronavírus, que justificou a restrição e triagem de todos os acessos ao Centro Cirúrgico de Coimbra.

A nova fase de contenção de epidemia começou ontem e vai estender-se por tempo indeterminado. Vimos aqui e agora agradecer a compreensão que todos mostraram, bem como agradecer as felicitações que nos dirigiram, ficando bem explicito que a segurança de todos é a orientação que nos move.

Lembramos que os doentes, acompanhantes e as visitas têm o acesso ao Centro Cirúrgico de Coimbra condicionado. Todas as entradas passaram a ser sujeitas a um serviço de triagem, da responsabilidade de um profissional de enfermagem. O processo está a decorrer no exterior, em tendas montadas especificamente para este controle para doentes acompanhantes e visitas.

O plano de contingência ainda implica restrições ao número de visitas, pelo que cada doente só deve receber a visita de um familiar, não sendo permitidas mais pessoas em simultâneo, nem tão pouco a entrada de crianças na zona de internamento. Para os acompanhantes de doentes em consulta, o plano de contingência estipulada a entrada de apenas um acompanhante por doente.

Estamos certos que estas medidas podem implicar algumas restrições à liberdade individual de cada um, contudo, a declaração de pandemia, exige que tomemos medidas extraordinárias, razão porque estamos a reforçar as nossas preocupações sobre segurança e transformamos todos os que nos visitam em agentes ativos.

Obrigado!

Leave a reply