• Infeções hospitalares, quando se morre da cura

    Infeções hospitalares, quando se morre da cura

    Ninguém quer que um doente morra do mal e muito menos da cura. Por vezes, a regra não é esta e as infeções associadas aos cuidados de saúde ainda continuam com números demasiado elevados. Higienizar as mãos continua a ter o enorme potencial de salvar vidas, mas não só

  • Ainda há estrelas no céu

    Ainda há estrelas no céu

    Há três regiões portuguesas que receberam a certificação internacional de destino starlight. Isto é, reúnem as condições excecionais para ver as estrelas no céu. Se lhe contássemos isto há 200 anos, ria-se. Hoje, vai querer saber onde ficam os lugares que quase não têm poluição luminosa, um novo “luxo” que encaixa no astroturismo

  • A anestesia desliga mesmo o meu cérebro?

    A anestesia desliga mesmo o meu cérebro?

    Há um paralelismo entre o “on/off” do nosso computador, com a perceção e sensibilidade da realidade durante uma anestesia? O cérebro é mesmo desligado ou mantém-se em funcionamento? A anestesiologia vai ganhando a capacidade de poder selecionar os “botões”

  • Está na hora do banho… de floresta

    Está na hora do banho… de floresta

    Não custa experimentar. Se é adepto de caminhadas, apenas terá que mudar o percurso, o ritmo, a atenção e o objetivo. Se não é adepto de andar a pé, está na hora de começar a ser e, simultaneamente, aprender a tomar banhos de floresta

  • Quando começámos a ficar obesos?

    Quando começámos a ficar obesos?

    Em pouco mais de 35 mil anos, a obesidade da mulher/divindade transformou-se em ameaça epidémica. Pelo meio existiu a fome e o pecado da gula, mas também o renascimento de uma burguesia que queria mostrar os seus bens e riquezas. O que mudou? O homem sedentarizou-se e modificou drasticamente a sua alimentação. A máquina a vapor, a eletricidade, a ciência, a tecnologia, a robótica, a biotecnologia… não conseguiram alterar este destino. Chegámos ao estado de epidemia

  • Triagem por tempo indeterminado

    Triagem por tempo indeterminado

    Foi a aplicação do nosso plano de contingência, face à situação de epidemia por Coronavírus, que justificou a restrição e triagem de todos os acessos ao Centro Cirúrgico de Coimbra.

Valorizamos a sua opinião

INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO