O aumento da esperança média de vida veio colocar outra determinação e, além de vivermos mais tempo, é também importante viver bem. A prevenção é meio caminho andado para esse desígnio e por isso lembramos que, na lista de resoluções para 2018, há exames de rotina que deve pensar em agendar.

Para além da visita (anual) ao seu médico de família, que irá adequar os exames e análises a solicitar ao seu ritmo de vida, idade, hábitos e história familiar, há check-up’s que não deve adiar, alguns com periodicidade anual. Esta é uma boa altura para os programar.

 

Oftalmologia:

Se usa óculos ou lentes de contacto, se é diabético ou se tem mais de 40 anos de idade, esta é uma visita que deve fazer anualmente. Existem doenças oftalmológicas que são silenciosas e que vão danificando a capacidade de visão, de forma quase impercetível, uma visita anual ao oftalmologista é uma boa forma de prevenção. Quanto às crianças e ainda a pensar na prevenção, recomenda-se uma consulta de oftalmologia durante o primeiro ano de vida e uma segunda avaliação uns meses antes de começar a escola primária (1.º ciclo).

Dentista:

Não tem de fazer uma visita anual, mas pelo menos uma vez por ano deve visitar um médico dentista, mais uma vez, para prevenir complicações ou simplesmente para fazer uma limpeza geral da dentição (principalmente se fuma).

Exame à pele:

O autoexame à sua pele deve ser feito repetidas vezes ao ano mas, caso tenha dúvidas sobre a alteração de algum sinal, pintas escuras ou manchas irregulares não deve hesitar, consulte um dermatologista para que tire todas as dúvidas.

Autoexame à mama:

Esta é mais uma prática a incluir na rotina diária. O autoexame da mama é sempre recomendado a todas as mulheres a partir dos 40 anos e é aconselhado fazer no período após a menstruação. Se notar alguma alteração, deve consultar um médico especialista em mama.

Mamografia:

A partir dos 45 anos e, de dois em dois anos, é um dos exames de eleição para a deteção do cancro da mama. Nalguns casos, este exame pode ser complementado com uma ecografia mamária. Contudo, caso exista uma história de cancro da mama em familiares diretos, esta periodicidade é alterada.

Citologia:

Destina-se a Elas e pretende diagnosticar o cancro do colo do útero. A citologia do colo do útero é um exame que pode ser feito no âmbito da consulta de planeamento familiar e deve ser realizado de 2 em 2 anos, depois de a mulher iniciar a sua vida sexual.

Colonoscopia:

É o exame indicado para detetar o cancro do intestino (coloretal), uma vez que deteta a existência de lesões malignas. Está recomendado à população em geral, depois dos 50 anos de idade e, se não existir histórico familiar, deve ser repetido de 10 em 10 anos.

Todos os exames de diagnóstico estão sujeitos a uma prescrição médica, cabendo ao especialista avaliar da necessidade destes ou outros exames de diagnóstico que não incluímos aqui, como seja, as análises ao sangue e urina, ou o eletrocardiograma.

 

Tenha um bom ano!

Leave a reply