A Medicina Tradicional Chinesa tem respostas para o tratamento de excesso de peso e, em situações normais, pode ajudar a perder 1 kg por semana, mas também volume corporal. O tratamento é individualizado e será sempre a causa do sintoma a definir o sucesso do resultado que se espera: equilíbrio

Já todos percebemos que o excesso de peso é uma questão pessoal, quando nos afeta, e também um problema mundial, quando ganha contornos de pandemia. É opinião unânime que o problema tem causas emocionais e fisiológicas, as duas interligam-se e explicam a alteração que se torna visível com o excesso de peso que, mais tarde ou mais cedo, se transforma em obesidade. E esta interpretação é válida para a Medicina Ocidental e para a Medicina Tradicional Chinesa. O caminho que se percorre para o tratamento é que é diferente.

Na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) o ser humano é sempre visto como um todo e, se existir algum desequilíbrio de ordem física e/ou psicológica, cria-se o espaço e a oportunidade para o aparecimento de novas patologias. O excesso de peso não é uma exceção, muito pelo contrário, é antes de mais uma porta aberta e um fator que acabará por desencadear outros desequilíbrios.

Neste caso, o excesso de peso é pois uma questão maior para a MTC. Para perceber quais as soluções terapêuticas, é necessário conhecer um pouco mais de como se trabalha, porque nem tudo passa por uma ou outra sessão de acupuntura. Podem existir agulhas é certo (sem dor!), mas nem tudo começa e acaba assim.

Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde, a MTC tem demonstrado cada vez mais a sua eficácia na população a Ocidente. Utiliza métodos de prevenção, diagnóstico e prescrição de tratamentos próprios, baseados nas teorias da Medicina Tradicional, nomeadamente na estimulação dos pontos de acupuntura e meridianos através de diferentes métodos terapêuticos, na prescrição de fórmulas fitoterapêuticas, aconselhamento alimentar e exercícios para promover e recuperar a saúde, procurando melhorar e regular a função e tratar desequilíbrios.

Na MTC não existe um único tratamento para cada problema. É realizado um diagnóstico diferencial, onde todos os aspetos do ser humano são importantes. O mesmo sintoma, em diferentes pacientes, poderá ter tratamentos diferenciados, consoante a causa que leva ao aparecimento do sintoma. Na MTC a causa do sintoma é que define o tratamento e um bom diagnóstico é sempre a base para um tratamento de sucesso.

Este artigo visa apresentar a utilização das técnicas da Medicina Tradicional Chinesa no tratamento do excesso de peso, atuando nos desequilíbrios existentes, evitando o aparecimento de patologias, ou no caso de já existirem, ajudando na diminuição dos seus impactos, melhorando a qualidade de vida e bem-estar dos pacientes.

O excesso de peso é uma condição que pode desencadear o aparecimento de outras patologias, cardiovasculares, respiratórias, hipertensão arterial, arteriosclerose, diabetes e problemas articulares, entre outras. Razão porque interessa controlar esse mesmo peso.

O tratamento de MTC para esse excesso integra várias áreas de atuação, que podem compreender acupuntura, electroestimulação, fitoterapia, dietética, ventosaterapia e outras, porque também para a Medicina Tradicional Chinesa, esse excesso de peso pode ter várias causas, desde a emocional à fisiológica.

Numa primeira sessão, é realizado o diagnóstico e são recomendadas 2 sessões/semana ou 1 sessão/semana, de acordo com o diagnóstico de cada
paciente. Em cada sessão são realizadas medições, para existir sempre um termo de comparação, que ajuda a perceber facilmente o caminho da evolução.

Em situações normais, é espectável que o paciente perca 1 Kg por semana, mas, em alguns casos, pode perder mais. Logo após a primeira sessão, irá perceber que perdeu volume corporal, uma alteração que, em média, pode atingir 3 a 4 cm abdominais.

Simultaneamente, são tonificados ou dispersados pontos correspondentes às causas do excesso de ponderal, ou seja, pontos relacionados com a ansiedade, stress, compulsão alimentar, saciedade, fome, sede, funcionamento gastrointestinal e equilíbrio hormonal, entre outros. A terapia contempla ainda o tratamento da gordura generalizada e localizada, focando-se também na força de vontade para a concretização do objetivo, diminuição do apetite e equilíbrio alimentar.

É muito importante a envolvência e comprometimento do paciente, sem isso é impossível alcançar resultados, ou mesmo que estes se mantenham ao longo do tempo. O paciente é parte integrante do tratamento, não pode apenas resignar-se à realização das sessões de tratamento com o terapeuta, tem a responsabilidade de se comprometer com o processo do tratamento, pois só desse modo irá alcançar os resultados satisfatórios, ou seja, a perda de peso e o necessário equilíbrio.

Tânia Carvalho
(Técnica especialista em Medicina Tradicional Chinesa)

Deixar um Comentário