O Tiago Matos explica aqui muito bem o valor que pode ter 1% e por isso sentimos o dever de partilhar a sua mensagem. Afinal, “a vida é muito mais sobre o processo, do que sobre o destino. Vale a pena ler e por isso partilhamos. Obrigado Tiago. A mensagem é bastante poderosa.

“Cara equipa CCCI,

Envio-vos este e-mail, como forma de agradecimento pelo vosso trabalho, mas sobretudo por respeito por esse mesmo trabalho. A eficiência nas interações e processos, e a qualidade com que fazem tudo, nem sempre vos permite conhecer como merecem, o outro lado da história, o lado das pessoas que vocês ajudam a ter uma melhor qualidade de vida e que, no fim das contas, é uma real diferença que fazem. Dirão muitos, que fazem apenas o vosso trabalho. Digo eu, que nem sempre nós fazemos o nosso, ou de vos fazer chegar o real impacto daquilo que fazem todos os dias. Por isso este e-mail – em forma de agradecimento – é a minha pequena história, construída com a vossa ajuda.

Desde 1998, quando desenvolvi uma catarata aos 16 anos, que sou testemunha viva do enorme trabalho do Dr. António Travassos. Nesse ano, ainda na antiga clínica de Montes Claros, só ele conseguiu encontrar uma solução para retirar do meu muito complicado olho direito, essa catarata. Em todos os outros sítios, a resposta foi a mesma: “é muito complicado, não temos solução”;  “a visão desse olho já é muito residual, iria acabar por perdê-la um dia, de qualquer forma”. Talvez esta última ideia esteja certa um dia. Afinal se vivermos cada dia como se fosse o último, um dia estaremos certos… Mas não é isso que importa, porque passaram 24 anos desde a primeira intervenção cirúrgica e, neste espaço de tempo, estou a fazer o mesmo que vocês, mas por um caminho completamente diferente.

Desde 1998, fiz uma licenciatura, construí uma página na internet, em 2001, dedicada à minha banda preferida, acabando por ser entrevistado na Rádio Comercial de então; lancei três livros e ajudei mais de 250 iniciativas empreendedoras a nascerem em Portugal. Desde o pequeno negócio de bairro a investimentos da ordem dos milhões, permitindo a cerca de 300 pessoas, sonharem com aquilo que queriam fazer, e a transformarem isso mesmo na realidade que vivem todos os dias.

Ir até à clínica, seja para uma consulta, ou um internamento, é muito mais do que um ato médico, na verdade, quase nos esquecemos dele, no bom sentido. A excelência nos cuidados de saúde, a eficiência em todos os processos mas, sobretudo, a cultura organizacional, baseada na pessoa, transformam toda a experiência de quem vos visita, deixando-nos sentir parte da família, e isso é um diferencial absolutamente Único. 

Acredito que algumas pessoas, não conseguem entender todos os processos, ou até a inclusão da tecnologia, e do pouco contacto direto em consulta e com cada doente mas, para mim, é absolutamente fascinante, entender como cada segundo é valorizado, como o tempo passado em conversas ou ações, sem valor para a resolução do problema que vos trazemos, são segundos retirados a outras histórias, a outras pessoas sentadas na sala de espera e que, como eu, desde há 24 anos, vão à procura de uma equipa que lute pelo seu 1% de visão a mais, pelo seu 1% de esperança.

Talvez um dia, as frases fatalistas de 1998, se provem erradas, e o impossível de ontem, seja o normal de amanhã, talvez ainda tenha muitos 1% para ganhar convosco. Talvez um dia, o somatório desses 1% se façam multiplicar até algo parecido com o perfeito. E se isso parece bastante otimista, termino com duas ideias que dou sempre aos “meus” empreendedores:

  • Vivemos numa era exponencial, sobretudo no que à Tecnologia e ao Conhecimento diz respeito. Partindo de uma visão de 5%, bastará duplicar essa percentagem, pouco mais do que quatro vezes, até se atingir 100%;
  • Mesmo que o ponto anterior pareça loucura, que diferença fará na qualidade de vida de alguém viver essa jornada com esse objetivo? Afinal a vida é muito mais sobre o processo, do que sobre o destino, apenas temos de fazer o nosso melhor enão estragar tudo num único momento.”

Tiago Matos

Deixar um Comentário