O novo portal já está acessível em www.atlasrleye.com e estreia-se com a apresentação de patologias que afetam o segmento posterior do olho (retina). Estão disponíveis 12 mil imagens, 264 casos clínicos e 100 patologias. Outros casos serão acrescentados, porque este novo portal nasceu com vocação para contar mais “histórias”.

«É um legado de casos clínicos que agora fica disponível e acessível online para todos quantos queiram aprender e/ou tirar dúvidas, mas também para todos quantos queiram acrescentar novos casos clínicos», explica o médico oftalmologista António Travassos, mentor deste projeto.

O Atlas RL-eye é um instrumento criado pelo Centro Cirúrgico de Coimbra e resulta da experiência clínica e cirúrgica acumulada por esta equipa de Oftalmologia. «A criação do Atlas Oftalmológico é o passo necessário que faltava dar para reunir o que de melhor se faz em Oftalmologia no nosso país. A qualidade das imagens e dos vídeos e a exaustiva documentação de cada caso clínico, que agora disponibilizamos, garantem que este será um poderoso instrumento para o estudo da patologia da retina», acrescenta o especialista.

Os casos clínicos agora lançados no novo portal estão documentados com as imagens dos inúmeros exames de diagnóstico que foram realizados, exibindo-se as várias fases de cada patologia, nalguns casos com um registo da evolução da situação ao longo de 14 anos de acompanhamento. Além das imagens dos exames de diagnóstico, o Atlas também incluiu a apresentação de vídeos cirúrgicos, podendo concluir-se que a exaustiva documentação de todos os casos clínicos e a qualidade e quantidade das imagens agora disponibilizadas são uma mais-valia deste trabalho. É ainda característica deste portal o facto de este não ser um trabalho acabado, uma vez que é intenção da equipa manter uma constante atualização, acrescentando novos casos e/ou novas patologias sempre que se justifique interesse técnico e científico. O portal que hoje consultamos não será, de todo, igual ao portal que iremos consultar no próximo mês. Admite-se que a semente que agora se lança, irá transformar este Atlas Oftalmológico num instrumento de trabalho válido e indispensável para todos os que têm interesse pelas patologias oftalmológicas.

Atualmente, o novo portal surge apenas na versão inglesa, estando previsto que, em breve, sejam acrescentadas duas novas opções, nomeadamente as da língua portuguesa e espanhola. As várias patologias surgem catalogadas em capítulos, que arrumam os diferentes casos clínicos em secções, como a retinopatia diabética, as infeções, as doenças de degenerescência macular relacionada com a idade, casos de pediatria oftalmológica, nervo ótico ou traumatologia, entre outros. No início de cada capítulo é publicada uma pequena explicação da patologia que se escolheu consultar, seguindo-se a apresentação dos vários casos clínicos, ao pormenor.

O Atlas RL-eye que agora se exibe contou com a pronta colaboração dos doentes do Centro Cirúrgico de Coimbra, que depressa valorizaram a contribuição que poderiam dar para o estudo das suas patologias, autorizando para esse efeito a publicação das imagens obtidas nos exames de diagnóstico ou os vídeos cirúrgicos.

«A partir de hoje, o Atlas RL-eye é de todos quantos queiram enriquecer a ciência. Dei o primeiro passo. A porta fica aberta e à espera que entre o que de melhor se faz na Oftalmologia em Portugal», conclui o especialista António Travassos.

Contribuíram para este projeto:

Equipa Médica:

seta António Travassos

seta José Nuno Galveia

seta Rui Proença

seta Ana Sofia Travassos

seta Eduardo Silva

 

Equipa Técnica:

seta Dídia Preonça

seta Robert van Velze

seta Maria Pedro Silva

 

Empresas:

seta BlueWorks

seta MediaPrimer

Leave a reply