Restrições, acessos condicionados, distanciamento social, higienização das mãos, equipamento de proteção individual e triagem são ferramentas que estamos a utilizar para uma otimização da segurança e proteção de todos os que nos procuram e dos nossos profissionais

Informação geral – Acessos

As restrições no Centro Cirúrgico de Coimbra começam logo à entrada e por isso recomendamos apenas 2 ocupantes por cada viatura. Junto à rotunda, vai encontrar um segurança que lhe poderá indicar qual o melhor sítio para estacionar e onde deve fazer a sua triagem. 

Ao estacionar, deve ter em atenção a sinalização colocada, que alerta para os diferentes percursos internos: Edifício 1, Edifício 2, Pediatria (com parque de estacionamento próprio), Imagiologia e Internamento. 

Nas consultas, é permitida a presença de um acompanhante por cada pessoa e ambos terão de passar pelo processo de triagem, que é obrigatória no acesso a todos os espaços do Centro Cirúrgico de Coimbra.

É ainda obrigatório o uso de uma máscara cirúrgica que é fornecida pelos nossos profissionais (mesmo que traga uma de casa) e, enquanto permanecer nas nossas instalações, não deve retirar a máscara, nem tão pouco tocar-lhe na parte externa. Nas entradas, saídas e no interior dos nossos edifícios vai encontrar vários dispensadores de SABA  (Solução Antisséptica de Base Alcoólica), destinada à higienização das mãos.

Todo o processo de triagem é feito por profissionais de enfermagem e, se durante esta avaliação for detetado um sintoma relevante  (como febre, tosse, dificuldade em respirar, perda de olfato ou paladar…), será dada indicação para que contacte o seu médico de família. Nas situações em que a pessoa apresente um estado de saúde agravado, será encaminhada para um quarto isolado, ficando a aguardar uma decisão clínica.

No final do processo de triagem, todas as pessoas recebem um elemento identificador que sinaliza que foi submetido/a a este processo.

Não se surpreenda se lhe pedirem para aguardar um pouco de tempo no exterior. Este pedido será feito sempre que os nossos profissionais detetem um atraso na consulta e justifica-se pela necessidade de limitarmos o número de lugares ocupados na sala de espera. Esta decisão é comunicada por telefone e justifica-se porque é necessário controlar o número de pessoas dentro do espaço interno, assegurando o distanciamento social necessário.

É ainda recomendado que traga o mínimo de objetos pessoais  (exemplos: o cartão de identificação, cartão de pagamento, boletim de saúde infantil e juvenil, exames em pasta de plástico, telemóvel, uma esferográfica). Para o interior do Centro Cirúrgico não deve trazer carteira, bolsa, mochila ou uma pasta, nem tão pouco malas com rodas, carrinhos de criança ou transportadores de bebé, como o “ovo”.

Custo para o utente

Ao utente de uma qualquer consulta de especialidade não lhe é cobrado nenhum pagamento extra ou taxa pelo investimento em equipamento de proteção que é necessário utilizar. Contudo, existem casos em que ao custo do exame e/ou intervenção terá de ser acrescido um valor de 20 euros, como taxa de comparticipação do Equipamento de Proteção Individual (EPI) que é necessário usar. Estão incluídos nesta situação os exames de Radiologia de Intervenção, por exemplo.

Contudo, em todos os exames de Radiologia, que não exigem um acto invasivo, como RX, ecografia, TAC ou RM o utente não paga nenhuma taxa pelo investimento em EPI, cabendo ao Centro Cirúrgico proporcionar as condições de segurança e assumir esse mesmo custo. O mesmo já não acontece nos exames de diagnóstico de Gastroenterologia e em todas as situações que exigem sedação ou anestesia, tudo situações em que o custo em EPI terá de ser repartido, cabendo ao utente o pagamento de uma taxa de 20 euros.

Este pagamento aplica-se apenas durante o estado de pandemia por COVID19 e justifica-se pela necessidade de proteção de todos os envolvidos, sendo por isso necessário o uso de diferentes equipamentos de proteção.

Salas de espera

As salas de espera têm uma lotação limitada e foram adaptadas para que possam cumprir o distanciamento social obrigatório. Os lugares sentados estão deviamente sinalizados, bem como o lugar destinado ao acompanhante. Os médicos e outros profissionais de saúde estão equipados com equipamento de proteção individual, a que se juntam várias barreiras de proteção em acrílico. Tenha especial atenção à sinalização que existe no chão e que alerta para a necessidade da chamada distância segura.

Bar

É possível recorrer ao nosso bar, mas apenas para a compra de bens alimentares (bebidas, sandes, fruta…). O consumo dos produtos deve ser feito no exterior. Neste espaço o atendimento é sempre individual.

Se está dentro do Edifício 1, o acesso ao Bar é feito pela porta interna, mas se estiver no Edifício 2, na Pediatria ou Imagiologia, a entrada para o Bar realiza-se pelo exterior, pela porta de emergência. Se quiser fazer uma encomenda antecipada, pode telefonar para o 239 802585, número exclusivo e de contacto direto para o Bar.

Zonas de sombra

Foram criados dois espaços para que todos os que nos visitam possam usufruir do espaço ao ar livre. Uma zona situa-se junto ao bar e a segunda zona de sombra está localizada ao fundo do parque de estacionamento.

Os dois espaços foram adaptados para um usufruto em segurança e por isso mesmo estão sujeitos a várias limpezas diárias. Contudo, recomendamos que, antes da utilização dos equipamentos, faça uma higienização com o produto que ali dispensamos e que, no final desse processo, proceda à limpeza das suas mãos.

Cobertura Wi-Fi

Os espaços exteriores (zonas de sombra) e os espaços públicos interiores têm cobertura Wi-Fi:

Centro Cirúrgico Coimbra
User: ccc
Pass: ccc

WC – Casas de Banho

A utilização dos espaços comuns das casas de banho passou a ser individual, pelo que deve respeitar a sinalização existente de «Livre» ou «Ocupado», aguardando pela disponibilidade.

Pagamento

O pagamento de todos os serviços (consultas/exames/bar/cirurgias) deve ser feito com cartão multibanco ou, se preferir, por MB Way. Se for necessária a sua assinatura e não tiver uma esferográfica pessoal, ser-lhe-á disponibilizada uma devidamente higienizada.

Espaço a Espaço

Escolha qual a sua situação, entre consultas de especialidade (Edifício 2), Oftalmologia e outras (Edifício 1), Imagiologia, Internamento e Pediatria e siga este guia para saber de antemão quais os circuitos que terá de seguir. 

  • Edifício 1 (Oftalmologia e consultas de Otorrinolaringologia do Dr. Jorge Miguéis e Dr.ª Vera Soares

    O acesso é feito pelo Edifício 1 (amarelo), devendo recorrer à porta de entrada em frente ao IC. Antes de entrar, terá de passar pelo processo de triagem. Deve aguardar pela sua vez (mantendo sempre a distância de segurança  – 2 metros).

    Concluído o processo de triagem e de higienização – mãos e objetos pessoais -, deve dirigir-se ao secretariado para sinalizar a sua chegada. A partir daí, os vários profissionais vão dando indicações precisas sobre os circuitos seguintes. No final, o pagamento da consulta e exames de Oftalmologia é realizado em espaço próprio e num secretariado separado da receção.

     A saída para o exterior deve ser feita pela porta de emergência, que se encontra próxima e que está devidamente sinalizada. A máscara cirúrgica pode agora ser retirada e colocada em local próprio e devidamente sinalizado (junto ao parque de estacionamento) e nunca no mesmo sítio onde coloca o lixo comum. Deve higienizar as mãos após a remoção da máscara.

  • Edifício 2 (Todas as outras especialidades médicas e cirúrgicas)

    O acesso é feito pela porta principal do Edifício 2, em frente ao IC. Logo à entrada terá de passar pelo processo de triagem, devendo aguardar pela sua vez mantendo sempre a distância de segurança – 2 metros.

    Concluído o processo de triagem e de higienização – mãos e objetos pessoais -, deve sinalizar a sua presença junto do secretariado. A partir daí, os vários profissionais vão dando indicações precisas sobre os circuitos que deve seguir. Neste edifício, a saída para o exterior faz-se pela porta de emergência. A máscara cirúrgica pode agora ser retirada e colocada em local próprio, devidamente sinalizado e nunca junto com o lixo comum. Deve higienizar as mãos após a remoção da máscara.

  • Pediatria

    Com um espaço físico autónomo, os utilizadores da Pediatria são, desde sempre, alvo de cuidados especiais e diferenciados, com um apoio logístico e permanente do secretariado afeto a este espaço.

    O processo de entrada no edifício, a triagem e todos os envolvimentos numa consulta de Pediatria têm particularidades e especificidades próprias, com regras de segurança e proteção que contam com o zelo e empenho pessoal dos médicos pediatras. Contudo, a utilização de máscara cirúrgica, a higienização e a distância social são medidas que também se impõem aqui.

  • Radiologia/Imagiologia

    O acesso é feito pela porta específica e afeta a este serviço (junto à rotunda). É aí que encontra o posto de triagem para os utentes que se dirigem aos exames radiológicos, imagiológicos, endoscópicos (sem sedação) e ecografias. À entrada, deve aguardar pela sua vez, mantendo sempre a distância de segurança – 2 metros.

    Concluído o processo de triagem e de higienização – mãos e objetos pessoais -, deve sinalizar a sua presença junto do secretariado. A partir daí, os vários profissionais vão dando indicações precisas sobre os circuitos que deve seguir, bem como qual a porta de saída que deve utilizar.

    Nas situações em que apenas precisa levantar o resultado de um exame, deve sinalizar essa necessidade na triagem, mas não é necessário entrar no edifício, uma vez que um profissional administrativo fará a entrega do documento no exterior. É por isso que recomendamos que, em alternativa e sempre que for possível, leve consigo o resultado no próprio dia do exame ou solicite o envio via CTT.

  • Internamento

    Sugerimos que traga consigo apenas o indispensável, evitando as malas com rodas ou outra bagagem de difícil higienização e que, nesse dia, não use qualquer tipo de adorno pessoal.

    Sempre que uma cirurgia exija anestesia geral, sedação ou anestesia loco-regional, o protocolo de segurança recomenda a realização do teste COVID-19 (SARS-CoV-2). A realização da intervenção está sempre dependente do resultado deste teste.

    Se já estiver na posse de um resultado de teste negativo, o acesso ao internamento é efetuado no Edifício 1 (porta de acesso à receção do internamento). No caso de ainda não ter feito o teste, o acesso ao Internamento realiza-se também no Edifício 1, mas pela porta oposta, a de acesso às consultas. Em ambos os casos, é sempre necessário passar pelo processo de triagem, pelo que recomendamos que aguarde pela sua vez, mantendo sempre a distância de segurança (2 metros). Caso esteja acompanhado por um familiar ou pessoa que lhe é próxima, os dois serão triados no mesmo local e em simultâneo. O acompanhante apenas poderá permanecer durante algum tempo e até à acomodação do doente no Internamento.

  • Visitas

    No processo de admissão no internamento será acordado com o doente o período de tempo e quais as pessoas autorizadas a fazer breves visitas. Chamamos particular atenção para a necessidade de as visitas se realizarem por breves períodos de tempo e de ser necessário um planeamento prévio.

     Os visitantes terão de realizar o processo de triagem no posto localizado na entrada do edifício 1 (virado para o IC), em funcionamento até às 18h. Após essa hora deverão dirigir-se à receção do internamento deste mesmo edifício, no lado oposto (porta de acesso voltada para a entrada/saída do Centro Cirúrgico de Coimbra).


  • Cuidados de enfermagem

    Os cuidados de enfermagem que prestamos em regime de ambulatório mantém-se. Os doentes devem dirigir-se ao posto de triagem localizado na entrada principal do Edifício 2, seguindo a regra do distanciamento social e de higienização.

Obrigado.

Momentos singulares exigem medidas extraordinárias. Zelar pela segurança de todos é também o nosso objetivo e missão.