• Onde vamos buscar o equilíbrio?

    Onde vamos buscar o equilíbrio?

    Entre um pardal empoleirado e um homem envelhecido que só anda amparado na sua bengala há uma diferença gigantesca de equipamento biológico. A natureza privilegiou o pardal. Cabe ao Homem a manutenção de hábitos de atividade para evitar que o desequilíbrio seja sinónimo de envelhecimento, por falta de treino e degenerescência dos sensores. Há células especializadas em detetar onde está a nossa cabeça

    LER MAIS
  • Na antecâmara da depressão… Ou será cansaço?

    Na antecâmara da depressão… Ou será cansaço?

    A fronteira não é precisa e a tristeza não pode ser vista como um sinal. A depressão é muito mais e implica sofrimento. O caminho pode começar pela ansiedade, desespero, frustração e desmoralização. Mas é a personalidade e a capacidade de adaptação que combatem este estado de espírito que precede a antecâmara da depressão

    LER MAIS
  • Está na hora do banho… de floresta

    Está na hora do banho… de floresta

    Não custa experimentar. Se é adepto de caminhadas, apenas terá que mudar o percurso, o ritmo, a atenção e o objetivo. Se não é adepto de andar a pé, está na hora de começar a ser e, simultaneamente, aprender a tomar banhos de floresta

    LER MAIS