Dia 24 de março, às 17h00, no Centro Cirúrgico de Coimbra

As histórias podem começar no tempo em que as mães consolavam os filhos, com a explicação de que “o pão seco faz os olhos bonitos”. Bem sabemos que a realidade não é essa, mas tempos houve em que as mães alentejanas alteravam os ditos e os provérbios, adaptando-os ao que conseguiam trazer para casa.

Carolino Tapadejo é desse tempo e foi ali, no seu Alentejo, que mudou a história da sua vida e a história de Castelo de vide.

Filho de ferreiro e com a 4.ª classe, Carolino Tapadejo ainda aprendeu a malhar ferro, mas acabou presidente da Câmara de Castelo de Vida com 30 anos de idade. Ali ficou 10 anos, e muita coisa mudou. A Judiaria, o Castelo, a fonte de água, a história dos eucaliptos, o turismo, a biodiversidade e, claro, a história dos ferreiros.

Carolino Tapadejo é o convidado do Centro Cirúrgico de Coimbra para a sessão de março, que acontece dia 24, às 17h00, com moderação de António Travassos, médico oftalmologista.

As sessões, organizadas pelo Centro Cirúrgico de Coimbra e que acontecem “Ao final da tarde”, pretendem divulgar saberes, culturas e opiniões; em encontros que não têm dia, nem hora previstos, mas acontecem uma vez por mês e são justificados por um tema pertinente.

Como sempre, a entrada é livre e aberta ao público em geral.

Até breve,

Deixar um Comentário